Orientação solar na escolha do seu imóvel

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir
Orientação solar na escolha do seu imóvel
Foto: Divulgação

Orientação solar na escolha do seu imóvel


Luz do sol pode ser positiva ou negativa; em Sorocaba, unidades voltadas para o leste e para o norte são mais valorizadas

Tão importante quanto a metragem e localização, a orientação solar deve ser considerada na hora de escolher o seu imóvel. Isso porque é ela quem vai definir a quantidade de luz solar que a sua casa irá receber. São vários os benefícios para a residência que recebe sol de forma adequada: menos custos para o dono do imóvel e mais qualidade de vida.

Devido ao movimento do sol, a orientação solar muda de acordo com a região e, portanto, não há uma regra universal para a posição do imóvel. No hemisfério sul, onde está localizado o Brasil, a face norte é a que recebe mais sol durante o dia, logo, a face sul quase não recebe sol. Sabendo que o sol nasce ao leste, esta face tem maior incidência do sol da manhã, enquanto a face oeste recebe o sol da tarde.

O quarto, por ser um ambiente com maior tempo de permanência, é importante que seja mais arejado. Se o sol da manhã for predominante em cômodos posicionados à leste, isso auxilia na rotina do sono, aquece o ambiente durante o dia e o refresca à noite, evitando a sensação de abafamento.

“A luz do sol principalmente nos ambientes de maior permanência como sala e dormitórios contribui para a redução ou controle de doenças respiratórias, menor possibilidade de mofo e melhor iluminação. Porém, caso possua muita incidência solar, o conforto térmico pode ficar comprometido, aumentando bastante o consumo de ar-condicionado”, explica Sarah Heinzen, arquiteta da Construtora Planeta.

Tanto à leste, quanto à norte, a sala e a varanda costumam ficar bem frescos. Se posicionados à oeste, ficam mais aquecidos e podem ser favorecidos pela presença de plantas e flores.

Já a cozinha é naturalmente úmida e por isso deve receber alguma luz e ventilação. No entanto, é preciso evitar a incidência direta dos raios solares, que podem estragar eletrodomésticos e mantimentos. Para quem sofre com o clima úmido, as faces norte, leste ou oeste ajudam a manter o ambiente seco.

O banheiro também é um ambiente úmido e, por isso, propenso à manifestação de bolor e mofo. Dessa forma, é importante que receba sol em alguma parte do dia, independente da face escolhida.


Valorização do imóvel

A posição do sol também impacta no preço do imóvel. Na região de Sorocaba, as unidades voltadas para as faces leste e norte são mais valorizadas e geralmente são cerca de 5% mais caras em relação às demais. “Isso porque a face leste tem incidência do sol da manhã, e a face norte, principalmente no inverno, tem uma boa incidência quase todos os dias”, relata a arquiteta da Construtora Planeta.

Apesar disso, a escolha de um imóvel voltado para a face norte, por exemplo, pode não ser a melhor se houver em seu entorno edificações que façam sombra, bloqueando os raios solares.

Ainda de acordo com Sarah, a orientação solar deve ser uma das premissas na escolha do imóvel, porém, os costumes e as particularidades de cada morador devem ser considerados. “Cada caso é um caso. É preciso avaliar o entorno, gostos pessoais, questões de saúde, conforto e até mesmo a questão financeira. Se sua varanda for voltada para o oeste e você apreciar ver o pôr do sol, esse pode ser um ponto positivo. O horário em que você mais permanece em casa também deve ser levado em consideração”, diz.

Contato para imprensa
OS2 Comunicação
Jornalista responsável: Thaís da Silveira
Atendimento: Mariela Almeida
Telefones: (15) 3318-1922
e-mail: mariela@os2comunicacao.com.br

Notícia



Sebrae Móvel visita Cerquilho no dia 18 de dezembro

No dia 18 de dezembro de 2018, Cerquilho recebe a última visita do ano do Sebrae Móvel, desta vez com a Palestra “Sei vender e consultoria”...