Partido governante da Suécia decide apoiar entrada do país à Otan

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




O Partido Social-Democrata da Suécia, atualmente no governo, afirmou que vai votar a favor de solicitar a entrada do país na Organização do Tratado do Atlântico Norte )Otan), horas após a Finlândia avançar com seu plano de aderir à aliança militar.

"Em sua reunião de hoje, o conselho do Partido Social-Democrata decidiu que o partido trabalhará para que a Suécia solicite a adesão à Otan. Desta forma, os sociais-democratas trabalharão para que a Suécia, se o pedido for aprovado pela Otan, pronuncie oposição unilateral ao envio de armas nucleares e bases permanentes em território sueco", diz o comunicado divulgado há pouco no site da legenda.

Na Otan, a Turquia é o único país que manifestou-se contra a entrada de Suécia e Finlândia. Mais cedo, o ministro de Relações Exteriores do país listou hoje as condições para entrar em consenso com os demais países-membros da Aliança. Presidente do Grupo Eurásia e cientista político, Ian Bremmer afirmou, em postagem no Twitter, que a oposição turca é parte somente de negociações, e um veto à entrada dos países nórdicos não deve ocorrer.

Notícia



Massacre em desfile de 4 de julho foi 1 dos 4 ataques a tiros no feriado dos EUA

O massacre que deixou seis mortos em Highland Park, nos arredores de Chicago, foi o mais letal, mas não o único caso de violência armada durante os festejos da Independência dos EUA, em 4 de julho...