Cristina Kirchner diz que julgamento é 'cortina de fumaça' para crise econômica

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner afirmou que o julgamento contra ela, que começou ontem, por suspeita de corrupção, é um "novo ato de perseguição" que busca criar uma "cortina de fumaça" para "desviar a atenção" da crise econômica do país.

Cristina, que ocupa o cargo de senadora desde 2017, é acusada de formação de quadrilha durante seu mandato e de fraude contra o Estado por supostas irregularidades na concessão de obras na Província de Santa Cruz para o empresário Lázaro Báez - preso desde 2016 - no valor de US$ 1 bilhão. Ela nega todas as acusações. (Com agências internacionais)



As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Trump e Obrador assinam declaração conjunta de cooperação entre EUA e México

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o mandatário do México, Andrés Manuel López Obrador, assinaram uma declaração conjunta de cooperação entre os dois países, na tarde desta quarta-feira, 8, em uma cerimônia na Casa Branca...