Binyamin Netanyahu recebeu doação ilegal para sua defesa

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, e sua mulher Sarah receberam US$ 300 mil do magnata Nathan Milikowsky para custear sua defesa em três escândalos de corrupção. O dinheiro não teria passado pela aprovação do comitê responsável por estes assuntos.

De acordo com o jornal Haaretz, que revelou na quinta-feira, 10, o caso, o comitê rejeitou recentemente um pedido do premiê para receber ajuda financeira de Milikowsky, que é seu primo, e do magnata americano Spencer Partrich.




As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Petição para revogar Brexit atinge marca inédita de 5 milhões de assinaturas

Uma petição que apela à revogação do Artigo 50, que normatiza o divórcio entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), disponível no site do Legislativo britânico alcançou hoje a marca inédita de cinco milhões de assinaturas...