Doria indica liderança do movimento Agora! para secretaria e define mais 5 nomes

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 6, uma das fundadoras do movimento de renovação política Agora! como secretária de Desenvolvimento Econômico, e definiu outros cinco nomes de seu governo. Patrícia Ellen, que chefiará a pasta, é presidente da Optum - empresa de tecnologia em saúde do grupo United Health. O Agora!, grupo que Patrícia ajudou a organizar, também é ligado ao apresentador Luciano Huck.

Doria também anunciou Célia Parnes como secretária de Desenvolvimento Social. Célia é ex-presidente da União Brasileiro-Israelita do Bem Estar Social (Unibes). Com os anúncios, chega a três o número de secretárias mulheres no governo estadual. No mês passado, o tucano já havia anunciado a deputada estadual Célia Leão como secretária da Pessoa com Deficiência.

Doria disse que fez um convite à jogadora de vôlei Ana Paula para a secretaria de Esportes, mas que ela declinou o convite por motivos familiares. O governador eleito ainda disse que todos os nomes de seu secretariado serão anunciados até terça-feira que vem, dia 11.

O atual ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, também foi anunciado como o próximo secretário de Turismo paulista. Catarinense, Lummertz foi presidente da Embratur, de 2015 a 2018, e secretário nacional de Políticas de Turismo no ministério que hoje chefia. Com isso, o secretariado de Doria já reúne cinco ministros do governo Michel Temer - Gilberto Kassab (PSD) assumirá a Casa Civil, Rossieli Soares será o responsável pela pasta de Educação, Sérgio Sá Leitão será o secretário de Cultura, e Alexandre Baldy assumirá como secretário de Transportes Metropolitanos.

Milton Santos chefiará a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP). Santos é ex-presidente da Caixa Econômica Federal e foi Diretor Presidente da Desenvolve SP até abril deste ano. Atualmente é presidente da Associação Viva o Centro.

Doria também anunciou Jorge Damião como presidente do Memorial da América Latina. Damião foi secretário de Esportes da Prefeitura de São Paulo durante a gestão de Doria, e coordenador de eventos na antiga Paulistur nos anos 80, quando o governador eleito chefiava a agência.

Paulo Mathias, ex-prefeito regional de Pinheiros na gestão Doria, será secretário adjunto de Desenvolvimento Social. Ele disputou o cargo de deputado estadual em 2018, mas não se elegeu.

Notícia



Raquel diz que não quer 'santuário de fuga para criminosos' em países do Mercosul

"Não podemos deixar que nossos países continuem sendo santuários de fuga para criminosos", afirmou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na manhã desta sexta-feira, 24, durante a 25ª Reunião Especializada de Ministérios Públicos do Mercosul (REMPM), que acontece em Buenos Aires, na Argentina...