Zverev se garante no ATP Finals e pegará Djokovic na China; Federer também avança

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Atual quinto colocado do ranking mundial, o alemão Alexander Zverev assegurou classificação ao ATP Finals, torneio que reunirá os oito melhores tenistas da temporada, no próximo mês, em Londres, ao vencer o britânico Kyle Edmund por 2 sets a 0, com duplo 6/4, nesta sexta-feira, pelas quartas de final do Masters 1000 de Xangai.

Quarto cabeça de chave do importante torneio realizado em quadras duras na China, Zverev avançou para encarar nas semifinais deste sábado o sérvio Novak Djokovic, segundo principal favorito ao título, que em outro duelo desta sexta eliminou o sul-africano Kevin Anderson com parciais de 7/6 (7/1) e 6/3.

Zverev se tornou o quinto jogador a assegurar classificação ao ATP Finals. Os outros com vaga confirmada no evento que será entre os dias 11 e 18 de novembro são o espanhol Rafael Nadal, o suíço Roger Federer, Djokovic e o argentino Juan Martín del Potro.

"Obviamente, é ótimo finalmente estar oficialmente confirmado no grupo dos oito melhores de novo, que é um grupo de elite, que é o tipo de meta que todos têm no início da temporada", comemorou Zverev, que superou Djokovic no único duelo que travou com o sérvio até hoje, na final do Masters 1000 de Roma de 2017, quando o jovem de 21 anos bateu o sérvio, de 31, por 2 sets a 0 no saibro italiano.

FEDERER TAMBÉM VENCE - Cabeça de chave número 1 em Xangai, Federer também confirmou favoritismo nesta sexta-feira ao bater o japonês Kei Nishikori por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4), para ir às semifinais na China.

Hoje na vice-liderança do ranking mundial, o recordista de títulos de Grand Slam vinha de duas vitórias difíceis, em partidas de três sets, sobre o russo Daniil Medvedev e o espanhol Roberto Bautista Agut, e desta vez também não teve vida fácil diante de Nishikori, o 12º colocado da ATP.

Embora tenha liquidado a partida em sets diretos, o suíço chegou a ter o seu saque quebrado por duas vezes pelo japonês e só aproveitou três dos oito break points cedidos pelo adversário. Para completar, precisou jogar um tie-break na segunda parcial para fechar o confronto.

O próximo rival de Federer em Xangai será o croata Borna Coric, 13º cabeça de chave, que em outra partida do dia superou o australiano Matthew Ebden por 7/5 e 6/4. Será a terceira vez que o tenista da Basileia, de 37 anos, vai encarar o jovem de 21 anos, que surpreendeu ao bater o suíço na final do Torneio de Halle nesta temporada, em confronto na grama. Também em 2018, Federer sofreu muito para derrotar o talentoso oponente nas semifinais do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. Antes disso, em 2015, o croata foi arrasado pelo lendário rival no Torneio de Dubai.

Notícia



São Paulo estreia na Libertadores em 6 de fevereiro; Palmeiras joga na Colômbia

Um dia depois do sorteio dos grupos e dos confrontos das fases preliminares, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou nesta terça-feira a tabela com dias e horários dos jogos da competição continental...