Governo é sensível à importância da construção civil, diz ministro das Cidades

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, afirmou que o governo federal é sensível à importância da construção civil e defendeu a preservação de recursos para investimentos no setor. Ele lembrou que cerca de 40% dos recursos aportados na indústria da construção retornam aos cofres públicos pela arrecadação tributária.

"Defendemos foco do Orçamento da União e do FGTS no setor da construção", disse o ministro, em evento com empresários organizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

Baldy também reconheceu a importância do programa Minha Casa Minha Vida, que, segundo ele, foi responsável por cerca de 80% do crescimento dos lançamentos e das vendas no primeiro semestre.

O ministro disse ainda concordar com o pleito dos empresários pela regulamentação dos distratos, cujo projeto de lei já foi aprovado pela Câmara e agora aguarda apreciação no Senado. "É fundamental cobrar o legislativo sobre a regulamentação dos distratos. Se faz necessário ter nova lei para que haja segurança jurídica para o setor", salientou.

Notícia



IPC-Fipe avança 0,37% na 2ª quadrissemana de novembro

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,37% na segunda quadrissemana de novembro, apresentando leve desaceleração ante o ganho de 0,40% observado na primeira quadrissemana deste mês, segundo pesquisa divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe)...