Brasil tem menos mulheres no Parlamento que Níger, país com pior IDH

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O país com menor IDH mundial, Níger, tem mais mulheres no Parlamento do que o Brasil. O Congresso Nacional apresenta 11,3% das cadeiras ocupadas por deputadas e senadoras. Em Níger, são 17%. A participação das mulheres na política é um dos aspectos observados pelo PNUD para avaliar a desigualdade de gênero nos países.

Além da participação, são consideradas as taxas de mortalidade materna, a taxa de natalidade de mães adolescentes, a educação secundária além da participação na força de trabalho. Nesse indicador, batizado de Índice de Desigualdade de Gênero, o Brasil está entre a metade com as piores colocações. De 160 países, ele ocupa a 94ª posição.

A colocação está bem abaixo dos nossos vizinhos. Argentina, por exemplo, está na 81ª posição e o Uruguai, na 57ª posição. Esse desempenho se explica. A taxa brasileira de mortalidade materna, por exemplo, é de 44 óbitos a cada 100 mil nascidos vivos -o dobro do que o apresentado no Chile e 3,5 vezes do que o apresentado no Uruguai.

A proporção de meninas entre 15 e 19 anos que se tornam mães no Brasil também é expressivamente maior. A cada mil mulheres nessa faixa etária, 61,6 se tornam mães. No Chile, a proporção é de 45,6 e no Uruguai, 54,7.

Estagnação

O Brasil ficou estagnado pelo terceiro ano consecutivo no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) - permanece, desde 2015, na 79ª colocação entre 189 países analisados.

Notícia



Prefeitura faz reparos na Ponte do Limão após descoberta de rachaduras

Rachaduras na junção das vias da Ponte do Limão, que liga o centro e a zona norte de São Paulo por cima da Marginal do Rio Tietê, provocaram a interdição de uma das faixas, na pista sentido bairro, na tarde desta terça-feira, 20...