Bolsonaro segue em unidade semi-intensiva, diz boletim médico

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, continua internado na unidade semi-intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein, conforme boletim divulgado no começo da noite desta quarta-feira, 12, pela instituição.

De acordo com os médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, o quadro clínico de Bolsonaro permaneceu inalterado nas últimas 12 horas.

No boletim desta manhã, os médicos informaram a suspensão da alimentação oral por causa do surgimento de uma distensão abdominal (inchaço do abdome provocado por ar e que é consequência da redução do movimento do intestino). Desde então, ele tem sido alimentado pela veia. Segundo o hospital, entretanto, é algo normal.

Bolsonaro foi esfaqueado na última quinta-feira, 6, durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). O político está internado no Albert Einstein desde a ultima sexta-feira, 7.

Notícia



Alckmin diz a empresários que Bolsonaro pode ser até pior que PT, mas nega apoio

Em encontro com um grupo de empresários em São Paulo, Geraldo Alckmin afirmou que uma eleição de Jair Bolsonaro (PSL) pode ser até pior para o País do que a volta do PT ao poder, mas rechaçou apoiar qualquer um dos adversários caso fique de fora do segundo turno, de acordo com relato de três fontes presentes...