Em votação inédita, UE inicia ação para punir governo nacionalista da Hungria

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Legisladores da União Europeia (UE) votaram a favor do lançamento de uma ação contra o governo da Hungria, liderado pelo primeiro-ministro Viktor Orban, acusado de subverter os valores democráticos do bloco e o estado de direito, violando o Artigo 7 do Tratado Europeu.

Os eurodeputados votaram nesta quarta-feira, 12, em apoio a um relatório recomendando o acionamento do Artigo 7, que poderia levar à suspensão dos direitos de voto da Hungria na UE. O resultado da votação foi de 448 votos a favor do documento e 197 contra. Alguns legisladores do bloco Partido Popular Europeu, movimento do qual Orban é membro, votaram contra seu aliado.

O primeiro-ministro rejeita as críticas da comunidade internacional ao sistema eleitoral húngaro. Ele é acusado de atacar a liberdade de imprensa no país e a independência do poder Judiciário, de limitar o funcionamento de organizações não-governamentais e maltratar requerentes de asilo e refugiados. Fonte: Associated Press.

Notícia



Em sermão, Francisco condena fechamento de fronteiras a imigrantes e pedofilia

O papa Francisco usou a cerimônia da sexta-feira da Paixão para condenar o que chamou de "todas as cruzes" de sofrimento do mundo, incluindo aquelas suportadas por imigrantes que encontram fronteiras fechadas e crianças que sofrem em sua "inocência e pureza"...