Giovanna Lancelotti relembra assédio aos 14 anos: 'Nojo e raiva'

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A atriz Giovanna Lancelotti, que atualmente está no ar como a personagem Rochelle, na novela "Segundo Sol", relembrou o primeiro assédio que sofreu na vida em entrevista à revista Cosmopolitan.

"Tinha só 14 anos e estava viajando de ônibus de São João para Ribeirão, indo visitar meu pai. Um cara sentou ao meu lado e se masturbou. Deu nojo, raiva e sensação de impotência".

Giovanna contou a reação que teve no momento: "Liguei assustada para a minha mãe. Ela me mandou sair dali e pedir ajuda ao motorista. O cara foi expulso do ônibus e largado na estrada".

Hoje, aos 25 anos, a atriz garante que teria uma atitude diferente na situação: "Faria um escândalo, não teria vergonha nem medo de me expor. Nós, mulheres, às vezes nos sentimos culpadas quando esse tipo de coisa acontece, ficamos em busca de um motivo. Mas não tem: o crime é do assediador".

Ela também fala sobre o período em que se mudou para São Paulo, ainda adolescente, aos 15 anos, para estudar na escola de atores de Wolf Maya: "Fui reprovada para papéis bacanas em Passione e Malhação. Mas não fico lamentando minhas perdas. Comigo é 'vida que segue!'".

Giovanna é capa da edição da Cosmopolitan que está nas bancas no mês de julho.

Notícia



Coletânea com trabalho de Chris Cornell será lançada em novembro

O cantor Chris Cornell, encontrado morto em maio do ano passado, aos 52 anos, vai ganhar uma coletânea especial para relembrar momentos de sua carreira solo e nos grupos Audioslave, Soundgarden e Temple of the Dog...