Linha 5 do metrô de SP só terá novas estações em agosto

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) confirmou nesta quarta-feira, 12, novo atraso na entrega de estações previstas para o primeiro semestre. As dificuldades nas obras, segundo a empresa, afetaram oito paradas nas Linhas 5-Lilás e 15-Prata, com previsão anterior de abertura até 30 de junho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Na Linha 5, as Estações AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin têm "entrega prevista para agosto". "A Estação Campo Belo será entregue em dezembro", disse a empresa, em nota.

Essa etapa da linha é a mais importante, porque é a que fará a conexão da Linha 5 com o restante da rede metroviária, fazendo com que pessoas que moram na zona leste e trabalham em Moema, por exemplo, consigam fazer a viagem inteira de metrô. E quem mora no extremo sul passará a ter conexão direta ao centro, desafogando a Estação Pinheiros.

Na Linha 15-Prata, zona leste, três das quatro estações atrasadas não têm mais data de conclusão: Fazenda da Juta, Sapopemba e São Mateus. O Metrô diz "ainda este ano". No caso da Estação Jardim Planalto, a promessa é agosto.

O cronograma do Metrô ainda mantém a previsão de concluir a Estação São Paulo-Morumbi, da Linha 4-Amarela, em setembro.

Embora o governador Marcio França (PSB), candidato à reeleição, não possa fazer cerimônia de inauguração das paradas nos três meses anteriores ao pleito, poderá fazer "visitas técnicas" antes da abertura das estações.

Notícia



Soldado do Exército é baleado no braço em tiroteio na Cidade de Deus

Um soldado do Exército foi baleado durante um confronto com criminosos no início da madrugada desta quarta-feira, 18, na comunidade de Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro...