Em meio a crise política, May diz ter tido reunião de gabinete 'produtiva'

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, realizou uma reunião de gabinete desta terça-feira enquanto tentava restaurar a união do governo após a renúncia dos ministros David Davis e Boris Johnson. Nos últimos dias, os dois disseram que os planos de May para as futuras relações com a União Europeia após o Brexit não estavam de acordo com a ideia da saída britânica do bloco europeu.

Em um tuíte, May comentou que teve uma "reunião de gabinete produtiva" e que "aguardava ansiosa por uma semana agitada". As demissões abalaram a premiê em uma semana que inclui a cúpula de líderes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na quarta-feira e a visita do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Reino Unido a partir de quinta-feira.

Johnson renunciou na segunda-feira e escreveu uma carta acusando May de "matar o sonho do Brexit" e de usar "bandeiras brancas" de rendição nas negociações com a UE. Ela substituiu Johnson pelo ex-secretário de Saúde Jeremy Hunt e colocou Dominc Raab no lugar de Davis. Fonte: Associated Press.

Notícia



Casa Branca defende indicado de Trump à Suprema Corte

A assessora da Casa Branca Kellyanne Conway disse nesta segunda-feira, 24, que as acusações de assédio sexual feitas por duas mulheres contra o juiz Brett Kavanaugh, indicado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para a Suprema Corte, são uma "vasta conspiração da esquerda"...