Correção: Erdogan nomeia genro como ministro de finanças na Turquia

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A nota enviada à 0h contém um erro de informação. Na verdade, Erdogan nomeou seu genro, e não cunhado, para o cargo de ministro do Tesouro e de Finanças. Segue abaixo o texto corrigido:


Istambul, 09/07/2018 - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, iniciou nesta segunda-feira um novo mandato com poderes vastamente expandidos e prometeu usar sua autoridade ampliada para posicionar o país como uma força impulsora ligando o Oriente e o Ocidente.

Em um dos primeiros atos no novo termo, Erdogan nomeou seu genro Berat Albayrak como ministro do Tesouro e de Finanças, um movimento que, junto com a saída de Mehmet Simsek, preferido por investidores estrangeiros, pressionou a lira turca ante o dólar.

Além disso, um decreto publicado hoje elevou limitações ao mandato do presidente do banco central da Turquia, ampliando expectativas de que Erdogan exerça um papel maior na definição da política monetária no país. Fonte: Dow Jones Newswires.

Notícia