Dovizioso bate recorde de velocidade e Iannone lidera 1º dia de treinos na Itália

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O primeiro dia de treinos livres para a etapa da Itália da MotoGP terminou com o italiano Andrea Iannone na frente. O piloto da Suzuki Ecstar já havia sido o mais veloz na parte da manhã nesta sexta-feira e confirmou a primeira colocação na parte da tarde, ao completar sua melhor volta no Circuito de Mugello em 1min46s735.

Iannone foi o mais rápido e superou um dia repleto de acidentes para garantir a liderança das sessões. Ele foi o único piloto a rodar na casa de 1min46s. A segunda colocação ficou com o espanhol Maverick Viñales, da Movistar Yamaha, que marcou 1min47s122, seguido pelo compatriota Marc Márquez, da Repsol Honda, que cravou 1min47s218.

O francês Johann Zarco, da Monster Yamaha, o australiano Jack Miller, da Alma Pramac, e o britânico Cal Crutchlow, da LCR Honda Castrol, respectivamente, completaram as seis primeiras colocações. Só então apareceu o multicampeão Valentino Rossi, da Movistar Yamaha, em sétimo.

O italiano Andrea Dovizioso ficou apenas na 12.ª colocação, mas fez história nesta sexta-feira. Ele aproveitou a longa reta do Circuito de Mugello e estabeleceu o novo recorde de velocidade da MotoGP. Sua moto da Ducati alcançou incríveis 356,4km/h, superando os 354,9km/h estabelecidos por Iannone em 2016.

Mas não foi só de marcas e velocidade que foi feito o primeiro dia de treinos livres na Itália. A sexta-feira também foi repleta de acidentes. A maioria, sem grandes repercussões, mas um deles causou muita preocupação: o do italiano Michele Pirro.

Na segunda sessão do treino, o piloto da Ducati perdeu o controle da moto em uma reta e foi "arremessado" ao ar, antes de se chocar fortemente contra a pista e rolar até parar na área de escape, desmaiado. A MotoGP informou que Pirro recuperou a consciência, foi examinado e encaminhado a um hospital nas redondezas do circuito.

"Pirro sofreu uma concussão cranial. Ele perdeu a consciência, mas já a recuperou. Sua coluna vertebral parece bem, assim como o resto de sua condição neurológica", explicou o médico Michele Zasa. A MotoGP também comunicou que o piloto deixou o circuito se movimentando e conversando.

Os competidores da categoria voltam à ação neste sábado, com o terceiro treino livre, às 4h55 (horário de Brasília). A atividade de classificação será realizada às 9h10. Já a prova acontecerá no domingo, às 9 horas.

Vindo de três vitórias consecutivas, Marc Márquez é o líder da temporada, com 95 pontos. Ele tem distância confortável para o segundo colocado, Maverick Viñales, que tem 59. Johann Zarco (58), Valentino Rossi (56) e Danilo Petrucci (54) completam os cinco primeiros.

Notícia