Cavani aparece em vídeo com javali morto e polêmica repercute no governo uruguaio

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O centroavante uruguaio Edinson Cavani causou grande polêmica no Uruguai após um vídeo seu ao lado de um javali morto viralizar nas redes sociais nos últimos dias. As imagens geraram críticas de diversas organizações ligadas ao meio ambiente e envolveu até o governo do país.

Cavani aparece ao lado de outros dois homens e um helicóptero ao fundo. O jogador diz que o piloto acabou de fazer a caça e, enquanto isso, o tal caçador mexe a cabeça do bicho e sorri.

Diversos grupos que defendem os animais declararam repúdio ao jogador. Em sua página no Facebook, a ONG For The Animals Uruguay comentou: "Tomara que nossas crianças não tomem como referência esse tipo de gente."

Do outro lado, houve quem não visse problema nas imagens do jogador. "Aguente, Cavani. No Uruguai a caça ao javali é permitida porque é uma praga nacional", escreveu no Twitter o juiz penal Marcos Seijas. O magistrado ainda aproveitou para divulgar em sua conta a lei que autoriza a caça do animal.

O diretor nacional do meio ambiente do Uruguai, Alejandro Nario, criticou o jogador por ignorar a sensibilidade das pessoas. "Cada vez que surge publicamente alguma foto deste tipo, vemos que acontece um enfrentamento entre os que defendem a caça, em particular do javali, e quem é contra qualquer tipo de caça", disse.

"O que está claro é que temos mudado como sociedade e convivemos com pontos de vistas diferentes. Hoje muita gente sente ferida sua sensibilidade ao ver imagens como essas, onde há uma espécie de jogo com o animal morto", prosseguiu. Nario também informou que está trabalhando ao lado de defensores dos animais e caçadores para melhorar a atual legislação.

O javali chegou ao Uruguai nos anos 20 do século passado trazido pelo empresário argentino Aaron de Anchorena, que comprou uma grande propriedade na costa do país. Ele construiu uma mansão onde hoje fica a residência presidencial. Transformou os arredores em um grande bosque e trouxe cervos e javalis da Europa para poder caçar.

Os javalis começaram a se espalhar por todo o país e se transformaram em uma praga, porque matam ovelhas, comem animais nativos e destroem plantações. O engenheiro agrônomo, Javier Frade, alertou que essa praga já extrapolou as fronteiras do país. "Nós passamos ao Brasil agora", disse.

DE OLHO NA COPA - Cavani está integrado com a seleção uruguaia, que já começou os treinamentos de olho na Copa do Mundo. Nesta terça-feira, o centroavante realizou um trabalho à parte dos demais atletas, pois se recupera de problema muscular.

O Uruguai está no Grupo A do Mundial e estreia na competição contra o Egito, no dia 15 de junho, na cidade de Ecatarimburgo. Completam a chave a Rússia e a Arábia Saudita.

Notícia



Davis tem novo formato aprovado e terá 18 países atuando em sede única em 2019

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que aprovou uma reforma radical no formato de disputa da Copa Davis, que a partir de 2019 será realizada em sede única e terá apenas uma semana de duração, na qual 18 países lutarão pelo título da principal competição de nações da modalidade...