Chuva interrompe estreia e jogo de Nadal será retomado na terça em Roland Garros

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Grande favorito ao título de Roland Garros, o espanhol Rafael Nadal não conseguiu finalizar seu primeiro jogo no saibro de Paris, nesta segunda-feira. A chuva interrompeu sua estreia, contra o italiano Simone Bolelli, no terceiro set. A partida será retomada nesta terça, novamente na Philippe Chatrier, a quadra principal do complexo.

Nadal liderava o placar, com boa vantagem, quando o mau tempo impediu a sequência do duelo. O tenista número 1 do mundo vencia o atual 129º do ranking com parciais de 6/4, 6/3 e 0/3. Apesar do favoritismo, o espanhol sofreu mais do que esperava para abrir a vantagem.

No segundo set, Bolelli faturou a primeira quebra da parcial ao fazer 3/1. Depois disso, Nadal obteve forte virada e fez 6/3. E, no terceiro, o roteiro se repetiu. Com nova quebra, o italiano abriu 3/0. Na retomada, nesta terça, Nadal e Bolelli farão o segundo jogo da Philippe Chatrier, após o duelo entre o croata Marin Cilic, atual número quatro do mundo, e o australiano James Duckworth.

Outros quatro jogos da chave masculina foram interrompidos nesta segunda: John Isner vencia Noah Rubin por 6/3 e 7/6 (9/7), Horacio Zeballos liderava contra Yuichi Sugita por 6/4 e 6/6 (2/0), Matt Ebden empatava com Thomas Fabbiano por 4/6, 7/5, 2/6 e 6/3 e João Sousa batia Guido Pella por 6/2, 6/3 e 2/3.

Considerado um dos candidatos a encerrar a hegemonia de Nadal, dono de 10 títulos em Paris, o austríaco Dominic Thiem estreou com vitória, nesta segunda. O atual número oito o mundo bateu o bielo-russo Ilya Ivashka por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/1. Seu próximo adversário será o grego Stefanos Tsitsipas, um dos destaques desta temporada de saibro na Europa.

Uma das apostas da casa, o local Richard Gasquet também se garantiu na segunda rodada ao superar o italiano Andreas Seppi por 6/0, 6/2 e 6/2. Na sequência, ele vai enfrentar o tunisiano Malek Jaziri, que avançou na chave ao eliminar o russo Mikhail Youzhny por 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 6/2, 6/2, 3/6 e 6/2.

Campeão do Rio Open, o argentino Diego Schwartzman fez uma estreia tranquila em Paris. Em sets diretos, ganhou do local Calvin Hemery por 6/1, 6/3 e 6/1. O atual número 12 do mundo vai encarar na segunda rodada o checo Adam Pavlasek, que bateu o bósnio Mirza Basic por 6/7 (4/7), 7/5, 6/2 e 6/2.

A rodada desta segunda foi marcada pela queda de três veteranos do circuito. O espanhol David Ferrer foi eliminado pelo jovem compatriota Jaume Antoni Munar Clar numa batalha de cinco sets: 3/6, 3/6, 7/6 (7/3), 7/6 (7/4) e 7/5. Com 21 anos, Munar é o atual 155º do mundo. Na sequência, ele terá pela frente o sérvio Novak Djokovic, que venceu nesta segunda o brasileiro Rogério Dutra Silva.

Outro veterano a se despedir nesta segunda foi o alemão Philipp Kohlschreiber, batido pelo croata Borna Coric por 6/3, 3/6, 6/3 e 6/4. E o cipriota Marcos Baghdatis foi eliminado ao abandonar a partida contra o colombiano Santiago Giraldo quando vencia o jogo por 6/3 e 4/3.

Ainda nesta segunda-feira, venceram na estreia os espanhóis Albert Ramos-Viñolas e Roberto Bautista-Agut, o norueguês Casper Ruud, o francês Gilles Simon e o norte-americano Sam Querrey.

Notícia



Éverton Ribeiro diz esperar por chance na seleção, mas exalta foco no Flamengo

Um dia depois de ser decisivo ao marcar o gol da vitória do Flamengo sobre o Grêmio, por 1 a 0, no Maracanã, e garantir a classificação do seu time às semifinais da Copa do Brasil, Éverton Ribeiro afirmou nesta quinta-feira à tarde que espera por uma chance na seleção brasileira...