Will Power vence pela primeira vez em Indianópolis; Kanaan e Castroneves batem

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Em uma corrida que teve sete bandeiras amarelas, o australiano Will Power venceu as 500 Milhas de Indianápolis, nos Estados Unidos, pela primeira vez na carreira neste domingo. A prova contou com os brasileiros Tony Kanaan e Helio Castroneves, que sofreram acidentes isolados durante a corrida e tiveram de abandoná-la, enquanto que Matheus Leist, em seu primeiro ano na categoria, terminou em 13.º lugar.

A primeira bandeira amarela da prova foi causada por Takuma Sato, vencedor da edição de 2017 da prova. O japonês ignorou o ritmo mais lento de James Davison e o acertou por trás, em colisão que causou a saída de ambos da prova. Os demais acidentes aconteceram sem envolver mais de um piloto.

Ed Jones foi o terceiro a abandonar, na volta 58. Depois, na 68, foi a vez de Danica Patrick, que já havia anunciado aposentadoria antes da prova e foi reverenciada pelo público e colegas de Fórmula Indy mesmo após o acidente. Na volta 139 foi a vez de Sebastien Bourdais deixar a corrida.

Na volta 146 acabou o sonho de Hélio Castroneves se tornar recordista de vitórias em Indianápolis. Tricampeão da prova, o piloto brasileiro da Penske rodou sozinho na entrada da reta de chegada do circuito oval e bateu de traseira na entrada dos boxes. Os norte-americanos A. J. Foyt, Al Unser e Rick Mears seguem como os únicos a vencerem quatro vezes a corrida. Tony Kanaan, por sua vez, fazia prova competitiva e permaneceu entre os 10 primeiros durante quase toda prova, mas sofreu um acidente sozinho na volta 189.

O safety car limitou o ritmo dos pilotos até a volta 193, a sete do fim, quando foi dada a bandeira verde. Stefan Wilson, Jack Jarvey e Oriol Serviá ocupavam as primeiras colocações na relargada, mas tiveram de entrar nos boxes para reabastecer, deixando a ponta para Will Power. O australiano, que largou em terceiro e sempre esteve entre os primeiros lugares, não foi ameaçado por Ed Carpenter e Scott Dixon, que terminaram em segundo e terceiro, respectivamente, e recebeu a coroa de flores, além de beber o leite da vitória.

Notícia



Usain Bolt desembarca na Austrália para período de treinos com time de futebol

Usain Bolt desembarcou em Sydney, na Austrália, na madrugada deste sábado para realizar um período de treinamento com o time de futebol do Central Coast Mariners, que joga na primeira divisão de futebol do país...