Você respira corretamente?

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir
Você respira corretamente?
Foto: Reprodução/Internet

Você respira corretamente?


Respirar é tão natural que, muitas vezes se torna até involuntário. Quando não damos a devida importância a ela, respiramos de forma errada. De acordo com a fisioterapeuta Juliana Morales Ronchi, respirar consiste em inspirar e expirar, e é durante esse ciclo que precisamos observar o movimento de expansão das costelas e do abdômen, seguido pela retração dos mesmos.

Se em situações de estresse, medo e ansiedade podemos sentir falta de ar, ao nos concentrar, conseguimos nos manter calmos como explica a fisioterapeuta, “é possível manter o controle dessas reações, se mantermos a concentração nos movimentos respiratórios, realizando inspirações profundas e lentas. Dessa forma iremos promover a liberação de neurotransmissores inibitórios, que promovem ação contrária a resposta de estresse, e assim teremos a sensação de relaxamento com diminuição da frequência respiratória, dos batimentos cardíacos e da tensão muscular”.

Exercite

Para melhorar seu bem-estar, a fisioterapeuta indica três exercícios:

1) Inspire profundamente pelo nariz (percebendo a expansão do tórax e do abdômen), segure o ar entre 3 a 5 segundos e expire de forma lenta;

2) Inspire profundamente pelo nariz e fracione a expiração realizando pequenas pausas até a completa eliminação do ar;

3) Inspire profundamente por uma narina e expire pela outra.
“Atividades como pilates e yoga aliadas a esses exercícios promovem maior qualidade de vida e bem estar através de suas práticas integradas e conscientes da respiração. Adotar momentos de pausa ao longo do dia, para realizar séries de inspirações lentas e profundas melhoram o foco, a concentração e diminuem o cansaço e a tensão muscular. Os benefícios também podem ser percebidos na melhora da qualidade do sono e controle de pressão arterial”, conclui Juliana.

Texto publicado na Revista Fique em Evidência - Edição 82 - Abril/Maio 2018, escrito por Aline Oliveira. Fotos: Reprodução/Internet

Notícia