Brasileiro do esqui alpino sofre queda e perde duas primeiras provas na Olimpíada

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O brasileiro Michel Macedo pode ficar de fora dos Jogos de Inverno de PyeonChang. Nesta terça-feira, durante um treinamento, o atleta do esqui alpino lesionou o joelho esquerdo e precisou desistir das duas primeiras provas que iria participar na Olimpíada. Ele ainda está inscrito para outros dois eventos na competição na Coreia do Sul, mas não tem presença assegurada.

Às vésperas da sua primeira Olimpíada de Inverno, Michel Macedo, de 19 anos, treinava quando sofreu uma queda e passou a reclamar de dores no joelho esquerdo. Encaminhado a um hospital e examinado, o brasileiro teve detectada uma inflamação no local, sofrida quando ele caiu.

Diante disso, a comissão técnica e o chefe do departamento médico do Brasil na Olimpíada de Inverno comunicaram que Michel Macedo não terá condições de participar de duas provas do esqui alpino nos Jogos, a do combinado, em 13 de fevereiro, e a do Super G, no dia 15.

"Para preservar a integridade do atleta, dando o tempo necessário para sua recuperação, já descartamos as provas de velocidade. Vamos dar tempo e trabalhar para que participe das provas técnicas", disse Stefano Arnhold, o chefe da missão brasileira em PyeongChang.

Ainda há chances de o brasileiro participar das disputas do slalom gigante, no dia 18, e do slalom especial, no dia 22. "Michel está sentindo dores, com o joelho inflamado, e precisa de repouso por pelo menos três dias. Depois disso será reavaliado, com o objetivo de retomar aos treinamentos para poder participar das suas duas últimas provas. O atleta tem boas chances de participar das provas finais", explicou o médico Roberto Nahon.

Notícia