Principe saudita investigado por corrupção é solto após 3 meses

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O príncipe da Arábia Saudita, Alwaleed bin Talal, foi liberado da prisão após cerca de três detido em um hotel de luxo, como parte de uma mega operação anticorrupção no reino, segundo três assessores do príncipe.

O príncipe teria sido liberado neste sábado do Hotel Ritz-Carlton, em Riad, aonde estava mantido preso desde 4 de novembro. Segundo os assessores, não ficou claro se houve algum acordo financeiro ou documento de liberação que o príncipe poderia ter aceitado para ser solto.

O príncipe Alwaleed é presidente da Kingdom Holding Company, que tem investimentos no Twitter, Lyft, Apple e outras grandes companhias.

Ele havia sido preso em novembro, juntamente com outros 10 príncipes sauditas e dezenas de executivos do país, todos suspeitos de corrupção. Fonte: Associated Press.

Notícia



Trump diz autorizar equipe da Casa Branca a cooperar com investigação de Mueller

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado ter autorizado todos os membros da equipe da Casa Branca cujos depoimentos foram solicitados pelo conselheiro especial Robert Mueller a "cooperar integralmente" com a investigação, que apura suposto conluio da campanha vencedora na eleição de 2016 com a Rússia...