Bruno Araújo pede demissão do cargo de ministro das Cidades

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O ministro das Cidades, Bruno Araújo, pediu nesta segunda-feira, 13, demissão do cargo. Em carta enviada ao presidente Michel Temer pedindo sua exoneração, o ex-ministro agradece "o apoio de toda nossa competente equipe nessas realizações" e a confiança do seu partido, o PSDB.

Araújo era um dos quatro ministros tucanos com pastas no governo. Partidos do Centrão vinham pressionando Temer por uma reforma ministerial que excluísse os tucanos do alto escalão. Pelo seu gordo orçamento, o Ministério das Cidades era um dos principais objetivos da base aliada. Os tucanos têm mais três pastas, Relações Exteriores, Secretaria de Governo e de Direitos Humanos.

Notícia



Alerj retoma trabalhos sob ameaças na Justiça após soltura de deputados

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) volta ao trabalho nesta terça-feira, 21, primeiro dia útil depois da votação que livrou da cadeia os deputados Jorge Picciani - presidente da casa -, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB...