São Paulo decide comprar goleiro Tiago Volpi por R$ 21 milhões

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O São Paulo decidiu comprar Tiago Volpi em termos definitivos. O goleiro de 28 anos está emprestado pelo Querétaro, do México, até a metade do próximo ano. A decisão foi tomada em reunião na noite desta quarta-feira e o anúncio oficial da diretoria será feito nos próximos dias. Volpi se firmou no time depois de vários outros goleiros deixarem a desejar. Foi o primeiro a ganhar posição desde a saída de Rogério Ceni.

O clube vai exercer o direito de compra no valor de US$ 5 milhões (cerca de R$ 21 milhões). O pagamento, no entanto, não será feito à vista. A primeira metade (US$ 2,5 milhões, aproximadamente R$ 10,5 milhões) será paga até o dia 31 de dezembro. O clube vai efetivar a compra apenas perto do prazo final. A outra metade de US$ 2,5 milhões será paga em quatro parcelas, entre junho de 2020 e junho de 2021.

O parcelamento do negócio tornou viável a contratação do goleiro. O valor para contratar Volpi corresponde a boa parte do orçamento de 2020 para aquisição de jogadores na temporada que vem. O orçamento será votado pelo Conselho Deliberativo no próximo dia 19.

Por isso, o São Paulo terá de negociar jogadores na próxima janela de transferências para poder contratar mais atletas. O São Paulo espera ganhar fôlego financeiro com a venda de ao menos um jogador ainda neste ano. O mais provável é que seja Antony, que caminha para reforçar o RB Leipzig, da Alemanha, por mais de R$ 80 milhões.

Volpi foi um dos grandes destaques da temporada, principalmente na classificação do time à Libertadores em função da sexta posição no Campeonato Brasileiro. O novo contrato dele com o São Paulo já está acertado e não será preciso negociar salários ou luvas. A duração do vínculo seria de quatro anos. O goleiro já manifestou ao Querétaro o desejo de permanecer no Brasil. Tiago Volpi é um dos dois únicos atletas do São Paulo com contrato até o fim do ano - o outro é o lateral Igor Vinícius, que também deverá ser contratado definitivamente.

Notícia