Irã aumenta produção de urânio pouco enriquecido com reativação de laboratório

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O chefe do programa nuclear do Irã, Ali Akbar Salehi, afirmou nesta segunda-feira que o país está produzindo mais urânio pouco enriquecido, depois da reativação um laboratório subterrâneo.

Segundo Salehi, o país está agora produzindo ao menos 5,5 kg diários, ante 450 gramas que Teerã produzia antes.

Salehi fez os comentários em um momento em que o presidente iraniano, Hassan Rouhani, busca apoio para o conturbado acordo nuclear do país, dizendo que isso poderia abrir o mercado de vendas de armas para a República Islâmica no próximo ano.

"Se nós salvarmos o acordo nuclear, o embargo de armas ao Irã será retirado e nós poderemos comprar armas ou vender nossas armas ao mundo. Esse é um dos impactos significativos do acordo", afirmou Rouhani.

O Irã tem quebrado os limites do acordo desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou Washington do acordo entre Teerã e potências mundiais há um ano.

O fim do embargo de armas, imposto pela Organização das Nações Unidas (ONU), já preocupa o governo de Trump. Sob os temos do acordo, o embargo deve ser retirado em outubro de 2020. Fonte: Associated Press

Notícia



Brasil e Argentina têm muito a oferecer um ao outro, diz Bolsonaro

Após afirmar desejo de impedir que "nossos filhos e netos" não deixem o Brasil por uma "ideologia que não deu certo", o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira, 11, que espera que tudo dê certo na Argentina...