Augusto Aras escala procuradores para seu grupo de trabalho da Lava Jato

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O procurador-geral da República, Augusto Aras, designou sete procuradores para compor o Grupo de Trabalho da Operação Lava Jato que atua junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). Vinculado à Secretaria da Função Penal Originária na Corte, a equipe vai auxiliar Aras na análise das investigações, medidas e processos judiciais no âmbito da força-tarefa.

A Lava Jato de Aras atua exclusivamente nos casos em que os investigados detêm foro privilegiado no Supremo, como deputados, senadores e ministros.

As informações foram divulgadas pela Assessoria da Procuradoria-Geral da República.

Foram escalados para o grupo de trabalho Alessandro José Fernandes de Oliveira, Hebert Reis Mesquita, Leonardo Sampaio de Almeida, Luana Vargas Macedo, Maria Clara Barros Noleto, Victor Riccely Lins Santos e José Adonis Callou de Araújo Sá - sendo este último o coordenador da equipe.

Os nomes constam na Portaria 1.052, assinada pelo procurador-geral nesta terça-feira, 8, e publicada nesta quarta, 9, no Diário Oficial da União.

Araújo Sá, subprocurador-geral da República, terá a atribuição de oficiar perante a 1.ª e a 2.ª Turmas do STF nos feitos da Lava Jato.

Segundo a Procuradoria, o Grupo de Trabalho é responsável por realizar oitivas e participar de outros atos de produção de prova e audiências judiciais, requisitar informações e documentos de interesse das investigações, e participar de atos instrutórios com o objetivo de celebrar acordos de colaboração premiada.

O Grupo de Trabalho terá atuação exclusiva, indicou a PGR, com exceção de José Adonis e do procurador da República Leonardo Sampaio, que também manterão seus respectivos ofícios.

Notícia



Deputados do PSL vão ao STF para barrar suspensão

Os cinco deputados do PSL que tiveram suas atividades suspensas pela cúpula do partido pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) que ordene ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que se abstenha de anotar nos registros da Câmara dos Deputados o desligamento temporário dos parlamentares...